MAGAZINESUSI

domingo, 8 de setembro de 2019

Lula culpa “milicianos do Bolsonaro” por queimadas na Amazônia

Lula concede entrevista em Curitiba - Foto: Ricardo Stuckert/Reprodução

 Yahoo Notícias - Ex-presidente afirma que os “picaretas do agronegócio” iniciaram o fogo.
“O empresário sério não é a favor de tocar fogo”, defende o ex-presidente em entrevista
Em entrevista à CartaCapital, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) defendeu os “empresários sérios do agronegócio”, dizendo que eles são contra as queimadas na Amazônia. E acusou os “milicianos do Bolsonaro” de terem causado os incêndios.
"A Amazônia está queimando porque os picaretas do agronegócio estão queimando, porque o empresário sério do agronegócio sabe que tem prejuízo com isso e que tem que cuidar do produto que quer exportar para poder ter valor lá fora”, argumentou Lula.
Para ele, não se pode generalizar sobre quem são os autores dos incêndios criminosos. “O empresário sério não é a favor de tocar fogo. Quem está tocando fogo são os milicianos do Collor, do Bolsonaro. Desculpa, Collor. São os milicianos do Bolsonaro. Começa com madeireiro, depois capim, depois o gado. Esses que estão tocando fogo, não é empresário sério que está fazendo isso.”, afirmou o ex-presidente.
Eduardo Bolsonaro “serviçal” - O petista ainda afirmou que Bolsonaro pode indicar o próprio filho para a embaixada do Brasil em Washington, mas cabe ao Senado avaliar se ele é qualificado para o cargo: "Não sou contra o Bolsonaro indicar o filho dele. Quem tem culpa é o Senado, que vai assumir a responsabilidade. Se ele fosse um gênio, tudo bem, mas porque o cara aprendeu a assar hambúrguer? Não é possível.", disparou.
Lula pediu uma indicação baseada em conhecimentos técnicos. "Precisamos de alguém com conhecimento de política externa, economia para colocar lá, porque a embaixada americana é a mais importante, mas você colocar um serviçal?", ironizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog